PESQUISE NA EFI Comercial
ESCREVA AQUI
Notícia / Feira de Santarém - 2018
Shows and Fairs

Feira de Santarém - 2018

2018, Nov 14 feiranacionalagricultura.pt 52

55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo Um evento cada vez mais internacional em que imperou a tecnologia e a inovação

 

 

A 55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo, evento que decorreu no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, e cuja temática se centrou no “Olival e Azeite” foi o ponto de encontro da agricultura durante nove dias com a presença de Comissários Europeus, organizações internacionais, participantes estrangeiros oriundos de países como Espanha, Itália, França, Grécia, Tunísia, entre outros.

De 2 a 10 de junho, a Feira deu a conhecer algumas das mais avançadas tecnologias e novidades para a produção agrícola e termina hoje com um balanço positivo na participação de expositores e área ocupada pelas empresas que marcaram presença no evento para divulgação de produtos e serviços.

A Feira afirmou-se, uma vez mais, como o principal evento deste mercado e a grande montra do sector agrícola em Portugal para satisfação dos expositores e dos visitantes. Nesta área, realce para o investimento das empresas que tornaram possível uma exposição com uma imagem cada vez mais cuidada e que revela a importância do certame para estabelecer contactos e negócios.

FNA 18 marcou a agenda politica

A Feira Nacional de Agricultura marcou a agenda política da agricultura nacional e internacional com a presença de diversas individualidades com destaque para a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do 1º Ministro, António Costa, do Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan, do Comissário Europeu para a Ciência, Investigação e Inovação, Carlos Moedas, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, da Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino e de outros responsáveis como a Secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Sampaio, o Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luis Medeiros Vieira, o Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias ou Secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas, também marcaram presença no evento.

Phil Hogan, Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, considerou que a “Feira Nacional de Agricultura é cada vez mais um evento internacional devido à dimensão do evento e à presença de muitas individualidades estrangeiras.”

O certame também foi palco da visita de líderes partidários como Rui Rio (PSD), Assunção Cristas (CDS/PP), Jerónimo de Sousa (PCP) ou Catarina Martins (BE). Os Eurodeputados Nuno Melo, Sofia Ribeiro e Cláudia Aguiar, a Comissão de Agricultura e Mar e o Presidente do CES, António Correia de Campos também marcaram presença no certame.

A presença destes responsáveis foi uma demonstração clara da preocupação e interesse de várias entidades para com o setor e um voto de confiança na capacidade dos agricultores portugueses.

O Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan, esteve presente e apresentou as linhas gerais das mais recentes propostas da Política Agrícola Comum e o 1º Ministro, António Costa, disse que poderá contribuir mais para o orçamento comunitário, desde que não se coloque em causa as necessidades de Portugal e a redução do défice.

Exposição de Maquinaria Agrícola

Com a presença das principais marcas do mercado, a exposição de Maquinaria na Feira Nacional de Agricultura foi um dos principais sectores do evento que atraiu os profissionais e muitos outros visitantes impressionados com a dimensão desta área.

A tecnologia e a inovação estiveram sempre presentes, uma evidência clara de um sector moderno e em crescimento, destacando-se o esforço das empresas em apresentar uma mostra com qualidade e com um grande investimento na decoração e arrumação dos espaços.

Conversas de Agricultura e Encontros

As várias conferências, seminários e colóquios que integram o ciclo “Conversas de Agricultura” contaram com a participação de representantes Comissão Europeia e de organizações de agricultores de países como Espanha, França, Grécia, Itália e especialistas de diversas áreas, sendo necessário recorrer a serviços de tradução simultânea para uma melhor compreensão das matérias.

A Feira Nacional de Agricultura foi palco de 38 ações entre congressos, seminários (público em geral) e encontros que foram dirigidos a um público mais específico, como reuniões de trabalho promovidas por alguns concessionários.

No campo dos colóquios, natural destaque para o “World Olive Oil Summit” e em especial a conferência “Os Grandes Desafios para a Agricultura no Futuro” na qual esteve presente o 1ª Ministro, António Costa, o Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan e o Comissário Europeu para a Ciência, Investigação e Inovação, Carlos Moedas.

Na área dos “encontros sectoriais”, o BPI apresentou o Prémio Nacional de Agricultura, uma iniciativa do Grupo Cofina e do BPI que tem como objetivo promover, incentivar e premiar casos de sucesso da agricultura nacional, a Caixa de Crédito Agrícola abordou as “Novas Aplicações para a Agricultura” e o Clube de Produtores Continente realizou aqui 1º Encontro do Conselho Científico sobre “Produção e Consumo Responsáveis”.

Mais de 6.100 pessoas assistiram aos seminários, encontros e reuniões durante os nove dias de feira, o que mostra uma vez mais a dimensão e o interesse desta área na Feira Nacional de Agricultura.

Concursos Nacionais

A Feira Nacional de Agricultura voltou a colocar em destaque os produtos premiados nos vários Concursos Nacionais que decorreram no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, de novembro de 2017 a maio de 2018, tais como:

Concurso Nacional de Azeites de Portugal 2018
Concurso de Vinhos de Portugal 2018
7º Concurso Nacional de Carnes Tradicionais Portuguesas
5º Concurso Nacional de Sal e Condimentos Tradicionais Portugueses
6º Concurso Nacional de Ervas Aromáticas Tradicionais Portuguesas e Infusões
8º Concurso Nacional de Conservas de Pescado
8º Concurso Nacional de Licores Conventuais e Tradicionais Portugueses
3º Concurso Nacional de Alheiras
2º Concurso Nacional de Produtos de Confeitaria Portuguesa
5º Concurso Nacional de Chocolates Tradicionais
1º Concurso Nacional de Leitão Assado
8º Concurso Nacional de Enchidos
8º Concurso Nacional de Ensacados
7º Concurso Nacional de Pastéis e Empadas
8º Concurso Nacional de Presuntos
7º Concurso Nacional do Pão
8º Concurso Nacional de Queijos Frescos Tradicionais Portugueses
8º Concurso Nacional de Queijos Curados Tradicionais Portugueses
8º Concurso Nacional de Queijos de Cura Prolongada Frescos Tradicionais Portugueses
7º Concurso Nacional de Doçaria Conventual Portuguesa
7º Concurso Nacional de Doçaria Rica Tradicional Popular Portuguesa
7º Concurso Nacional de Doçaria Simples Tradicional Popular Portuguesa
6º Concurso Nacional de Vinagres de Vinho e Outros Vinagres Tradicionais Portugueses
9º Concurso Nacional de Mel
3º Concurso Nacional de Sidras e Cervejas Artesanais Portuguesas
3º Concurso Nacional de Gelados Artesanais Portugueses

Recorde-se que estas iniciativas, que o CNEMA realizou em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal, o CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (Concurso Nacional de Azeites de Portugal), FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (Concurso Nacional de Mel) e Viniportugal (Concurso Nacional de Vinhos) tiveram como objetivo estimular a produção de qualidade, dar a conhecer os melhores produtos nas diferentes regiões do país, incentivar o seu consumo, promover o encontro de produtores, empresas, técnicos e apreciadores.

Os premiados que obtiveram a qualificação de “O melhor dos melhores” puderam beneficiar de um stand gratuito na Nave A os que alcançaram Medalhas de Ouro, Prata ou Bronze beneficiaram de descontos para participar no Salão Prazer de Provar.

Neste âmbito, decorreram também as cerimónias de Entregas de Prémios dos vários concursos durante a Feira Nacional de Agricultura.

Prazer de Provar

O Salão Prazer de Provar reuniu algumas das maiores empresas do país que actuam ramo agro-alimentar e proporcionou aos visitantes um programa recheado de “Acções de Cozinha ao Vivo” desde a abertura até ao fecho das portas. Contabilizaram-se 47 ações, numa demonstração clara das empresas em promover e dar a conhecer os seus produtos. O Salão integrou ainda um espaço de exposição dedicado à iniciativa “Portugal Sou Eu”.

Gastronomia

A área da Gastronomia é uma das vertentes mais apreciadas da Feira Nacional de Agricultura e contou com a presença de muitos visitantes, que puderam saborear alguns dos melhores produtos portugueses.
No Salão Prazer de Provar, os produtos vencedores dos Concursos Nacionais permitiram ao público escolher e apreciar algumas iguarias que não se encontram tão facilmente no mercado.
Diversos restaurantes de carnes de raças autóctones e tasquinhas regionais promovidas por associações e coletividades do concelho de Santarém também participaram na feira. O evento contou ainda com a participação de expositores que colocaram à disposição do público uma grande variedade de produtos e que permitiu uma escolha diversificada para todo o tipo de clientes.

Melhoria de condições para expositores e visitantes

Prosseguindo a politica de anos anteriores, a Feira apostou, uma vez mais, na melhoria de condições para visitantes e expositores com a colocação de mais “zonas de sombreamento” na zona exterior de exposição e novas instalações sanitárias.

Transportes

Relativamente aos transportes, recorde-se que a CP proporcionou aos aos visitantes da Feira 30% de desconto, em viagens de ida e volta e a Feira Nacional de Agricultura, em colaboração com a Rodoviária do Tejo, colocou ao serviço dos visitantes do evento um serviço de autocarro gratuito para que os visitantes pudessem deslocar-se com mais facilidade, um serviço que contou com bastante adesão.

O Mundo Rural em Exposição

A Feira Nacional de Agricultura foi palco de uma assinalável mostra pecuária. Diferentes raças autóctones bovinas nacionais e exóticas, equinos representando as principais coudelarias nacionais, suínos de raça bísara e raça alentejana, caprinos, ovinos e galinhas poedeiras estiveram diariamente em exposição.

No sector dos equinos, realce para várias provas como o 7º Concurso Nacional da Égua Afilhada da Raça Lusitana e o 24º Concurso Nacional Oficial das Coudelarias Portuguesas, que contaram com 70 exemplares a concurso.

Também no sector pecuário, decorreram Concursos de Bovinos de Raça Charolesa, de Ovinos e de Suínos da Raça Alentejana, o que demonstra a importância e o interesse destas competições durante a Feira Nacional de Agricultura para os criadores.

Realizaram-se ainda diversas competições envolvendo os campinos presentes como a “Corrida de Campinos”, “Prova de Condução de Cabrestos”, “Apartação e Condução do Cabresto” ou “Perícia de Campinos”.

Em exposição estiveram permanentemente um milhar de efectivos e passaram pelo certame outros 280 exemplares entre Cavalos, Toiros, Vacas, Cabrestos, etc.

Programa FNA 18

Relativamente à programação da Feira Nacional de Agricultura, prosseguiu-se a aposta em realizar as largadas em horários mais acessíveis.
Durante nove dias, as iniciativas equestres estiveram no centro da ação da Feira Nacional de Agricultura e ocuparam um lugar de relevo no evento ao serem realizadas no Grande Ringue, uma das zonas mais nobres do certame.
A actuação de artistas consagrados no Palco Grande Ringue e o espectáculo de vários DJ’s na zona do Lounge e Discoteca voltou a conquistar o público mais jovem.

Dia do Município de Santarém

Realce ainda para o Dia do Município de Santarém, 7 de junho, que promoveu várias iniciativas ao longo do dia e ofereceu convites aos residentes e trabalhadores no concelho de Santarém.
O dia ficou marcado por uma grande adesão das pessoas que tiveram possibilidade de assistir a apontamentos e atividades culturais aproveitando a oportunidade para visitar os vários espaços do evento.

Animação Tradicional e Popular

Os visitantes também puderam usufruir de espaços dedicados a iniciativas da região como largadas de toiros, desfiles e provas de campinos, demonstrações de escolas de toureio, treino de forcados, entre outras. Neste âmbito, realce para a Nave C que contou com um programa próprio de animação, além de toda a envolvência que os grupos de música tradicional proporcionaram em diversas zonas aos visitantes da Feira.

Imagem FNA 18

Uma das novidades da Feira Nacional de Agricultura foi a nova imagem e o impacto da decoração na entrada principal do evento com vários “olivais” distribuídos harmoniosamente e que surpreenderam os visitantes, com especial destaque para a oliveira milenar aqui colocada.

Feira Nacional de Agricultura na Rede

Com o intuito de promover a feira de uma forma mais direta a FNA 18 voltou a contar com a “APP Feira Nacional de Agricultura”, disponível para os sistemas IOS (Iphone e Ipad), Android, além do site www.feiranacionalagricultura.pt.
O objetivo foi ter toda a informação inerente ao evento mais próxima do público desde informações úteis, o programa dia a dia, o mapa de localização de expositores ou as notícias do certame.

Durante 9 dias a 55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo foi o centro das atenções da agricultura nacional, com uma presença alargada de expositores, representando quase todo o sector e apresentando simultaneamente características tradicionais e festivas, que fazem desta feira um acontecimento único no país.

 

Shows and Fairs

Feira de Santarém - 2018

2018, Nov 14
55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo Um evento cada vez mais internacional em que imperou a tecnologia e a inovação     A 55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo, evento que decorreu no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, e cuja temática se centrou no “Olival e Azeite” foi o ponto de encontro da agricultura durante nove dias com a presença de Comissários Europeus, organizações internacionais, participantes estrangeiros oriundos de países como Espanha, Itália, França, Grécia, Tunísia, entre outros. De 2 a 10 de junho, a Feira deu a conhecer algumas das mais avançadas tecnologias e novidades para a produção agrícola e termina hoje com um balanço positivo na participação de expositores e área ocupada pelas empresas que marcaram presença no evento para divulgação de produtos e serviços. A Feira afirmou-se, uma vez mais, como o principal evento deste mercado e a grande montra do sector agrícola em Portugal para satisfação dos expositores e dos visitantes. Nesta área, realce para o investimento das empresas que tornaram possível uma exposição com uma imagem cada vez mais cuidada e que revela a importância do certame para estabelecer contactos e negócios. FNA 18 marcou a agenda politica A Feira Nacional de Agricultura marcou a agenda política da agricultura nacional e internacional com a presença de diversas individualidades com destaque para a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do 1º Ministro, António Costa, do Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan, do Comissário Europeu para a Ciência, Investigação e Inovação, Carlos Moedas, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, da Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino e de outros responsáveis como a Secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Sampaio, o Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luis Medeiros Vieira, o Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias ou Secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas, também marcaram presença no evento. Phil Hogan, Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, considerou que a “Feira Nacional de Agricultura é cada vez mais um evento internacional devido à dimensão do evento e à presença de muitas individualidades estrangeiras.” O certame também foi palco da visita de líderes partidários como Rui Rio (PSD), Assunção Cristas (CDS/PP), Jerónimo de Sousa (PCP) ou Catarina Martins (BE). Os Eurodeputados Nuno Melo, Sofia Ribeiro e Cláudia Aguiar, a Comissão de Agricultura e Mar e o Presidente do CES, António Correia de Campos também marcaram presença no certame. A presença destes responsáveis foi uma demonstração clara da preocupação e interesse de várias entidades para com o setor e um voto de confiança na capacidade dos agricultores portugueses. O Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan, esteve presente e apresentou as linhas gerais das mais recentes propostas da Política Agrícola Comum e o 1º Ministro, António Costa, disse que poderá contribuir mais para o orçamento comunitário, desde que não se coloque em causa as necessidades de Portugal e a redução do défice. Exposição de Maquinaria Agrícola Com a presença das principais marcas do mercado, a exposição de Maquinaria na Feira Nacional de Agricultura foi um dos principais sectores do evento que atraiu os profissionais e muitos outros visitantes impressionados com a dimensão desta área. A tecnologia e a inovação estiveram sempre presentes, uma evidência clara de um sector moderno e em crescimento, destacando-se o esforço das empresas em apresentar uma mostra com qualidade e com um grande investimento na decoração e arrumação dos espaços. Conversas de Agricultura e Encontros As várias conferências, seminários e colóquios que integram o ciclo “Conversas de Agricultura” contaram com a participação de representantes Comissão Europeia e de organizações de agricultores de países como Espanha, França, Grécia, Itália e especialistas de diversas áreas, sendo necessário recorrer a serviços de tradução simultânea para uma melhor compreensão das matérias. A Feira Nacional de Agricultura foi palco de 38 ações entre congressos, seminários (público em geral) e encontros que foram dirigidos a um público mais específico, como reuniões de trabalho promovidas por alguns concessionários. No campo dos colóquios, natural destaque para o “World Olive Oil Summit” e em especial a conferência “Os Grandes Desafios para a Agricultura no Futuro” na qual esteve presente o 1ª Ministro, António Costa, o Comissário Europeu da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Phil Hogan e o Comissário Europeu para a Ciência, Investigação e Inovação, Carlos Moedas. Na área dos “encontros sectoriais”, o BPI apresentou o Prémio Nacional de Agricultura, uma iniciativa do Grupo Cofina e do BPI que tem como objetivo promover, incentivar e premiar casos de sucesso da agricultura nacional, a Caixa de Crédito Agrícola abordou as “Novas Aplicações para a Agricultura” e o Clube de Produtores Continente realizou aqui 1º Encontro do Conselho Científico sobre “Produção e Consumo Responsáveis”. Mais de 6.100 pessoas assistiram aos seminários, encontros e reuniões durante os nove dias de feira, o que mostra uma vez mais a dimensão e o interesse desta área na Feira Nacional de Agricultura. Concursos Nacionais A Feira Nacional de Agricultura voltou a colocar em destaque os produtos premiados nos vários Concursos Nacionais que decorreram no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, de novembro de 2017 a maio de 2018, tais como: Concurso Nacional de Azeites de Portugal 2018Concurso de Vinhos de Portugal 20187º Concurso Nacional de Carnes Tradicionais Portuguesas5º Concurso Nacional de Sal e Condimentos Tradicionais Portugueses6º Concurso Nacional de Ervas Aromáticas Tradicionais Portuguesas e Infusões8º Concurso Nacional de Conservas de Pescado8º Concurso Nacional de Licores Conventuais e Tradicionais Portugueses3º Concurso Nacional de Alheiras2º Concurso Nacional de Produtos de Confeitaria Portuguesa5º Concurso Nacional de Chocolates Tradicionais1º Concurso Nacional de Leitão Assado8º Concurso Nacional de Enchidos8º Concurso Nacional de Ensacados7º Concurso Nacional de Pastéis e Empadas8º Concurso Nacional de Presuntos7º Concurso Nacional do Pão8º Concurso Nacional de Queijos Frescos Tradicionais Portugueses8º Concurso Nacional de Queijos Curados Tradicionais Portugueses8º Concurso Nacional de Queijos de Cura Prolongada Frescos Tradicionais Portugueses7º Concurso Nacional de Doçaria Conventual Portuguesa7º Concurso Nacional de Doçaria Rica Tradicional Popular Portuguesa7º Concurso Nacional de Doçaria Simples Tradicional Popular Portuguesa6º Concurso Nacional de Vinagres de Vinho e Outros Vinagres Tradicionais Portugueses9º Concurso Nacional de Mel3º Concurso Nacional de Sidras e Cervejas Artesanais Portuguesas3º Concurso Nacional de Gelados Artesanais Portugueses Recorde-se que estas iniciativas, que o CNEMA realizou em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal, o CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (Concurso Nacional de Azeites de Portugal), FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (Concurso Nacional de Mel) e Viniportugal (Concurso Nacional de Vinhos) tiveram como objetivo estimular a produção de qualidade, dar a conhecer os melhores produtos nas diferentes regiões do país, incentivar o seu consumo, promover o encontro de produtores, empresas, técnicos e apreciadores. Os premiados que obtiveram a qualificação de “O melhor dos melhores” puderam beneficiar de um stand gratuito na Nave A os que alcançaram Medalhas de Ouro, Prata ou Bronze beneficiaram de descontos para participar no Salão Prazer de Provar. Neste âmbito, decorreram também as cerimónias de Entregas de Prémios dos vários concursos durante a Feira Nacional de Agricultura. Prazer de Provar O Salão Prazer de Provar reuniu algumas das maiores empresas do país que actuam ramo agro-alimentar e proporcionou aos visitantes um programa recheado de “Acções de Cozinha ao Vivo” desde a abertura até ao fecho das portas. Contabilizaram-se 47 ações, numa demonstração clara das empresas em promover e dar a conhecer os seus produtos. O Salão integrou ainda um espaço de exposição dedicado à iniciativa “Portugal Sou Eu”. Gastronomia A área da Gastronomia é uma das vertentes mais apreciadas da Feira Nacional de Agricultura e contou com a presença de muitos visitantes, que puderam saborear alguns dos melhores produtos portugueses.No Salão Prazer de Provar, os produtos vencedores dos Concursos Nacionais permitiram ao público escolher e apreciar algumas iguarias que não se encontram tão facilmente no mercado.Diversos restaurantes de carnes de raças autóctones e tasquinhas regionais promovidas por associações e coletividades do concelho de Santarém também participaram na feira. O evento contou ainda com a participação de expositores que colocaram à disposição do público uma grande variedade de produtos e que permitiu uma escolha diversificada para todo o tipo de clientes. Melhoria de condições para expositores e visitantes Prosseguindo a politica de anos anteriores, a Feira apostou, uma vez mais, na melhoria de condições para visitantes e expositores com a colocação de mais “zonas de sombreamento” na zona exterior de exposição e novas instalações sanitárias. Transportes Relativamente aos transportes, recorde-se que a CP proporcionou aos aos visitantes da Feira 30% de desconto, em viagens de ida e volta e a Feira Nacional de Agricultura, em colaboração com a Rodoviária do Tejo, colocou ao serviço dos visitantes do evento um serviço de autocarro gratuito para que os visitantes pudessem deslocar-se com mais facilidade, um serviço que contou com bastante adesão. O Mundo Rural em Exposição A Feira Nacional de Agricultura foi palco de uma assinalável mostra pecuária. Diferentes raças autóctones bovinas nacionais e exóticas, equinos representando as principais coudelarias nacionais, suínos de raça bísara e raça alentejana, caprinos, ovinos e galinhas poedeiras estiveram diariamente em exposição. No sector dos equinos, realce para várias provas como o 7º Concurso Nacional da Égua Afilhada da Raça Lusitana e o 24º Concurso Nacional Oficial das Coudelarias Portuguesas, que contaram com 70 exemplares a concurso. Também no sector pecuário, decorreram Concursos de Bovinos de Raça Charolesa, de Ovinos e de Suínos da Raça Alentejana, o que demonstra a importância e o interesse destas competições durante a Feira Nacional de Agricultura para os criadores. Realizaram-se ainda diversas competições envolvendo os campinos presentes como a “Corrida de Campinos”, “Prova de Condução de Cabrestos”, “Apartação e Condução do Cabresto” ou “Perícia de Campinos”. Em exposição estiveram permanentemente um milhar de efectivos e passaram pelo certame outros 280 exemplares entre Cavalos, Toiros, Vacas, Cabrestos, etc. Programa FNA 18 Relativamente à programação da Feira Nacional de Agricultura, prosseguiu-se a aposta em realizar as largadas em horários mais acessíveis.Durante nove dias, as iniciativas equestres estiveram no centro da ação da Feira Nacional de Agricultura e ocuparam um lugar de relevo no evento ao serem realizadas no Grande Ringue, uma das zonas mais nobres do certame.A actuação de artistas consagrados no Palco Grande Ringue e o espectáculo de vários DJ’s na zona do Lounge e Discoteca voltou a conquistar o público mais jovem. Dia do Município de Santarém Realce ainda para o Dia do Município de Santarém, 7 de junho, que promoveu várias iniciativas ao longo do dia e ofereceu convites aos residentes e trabalhadores no concelho de Santarém.O dia ficou marcado por uma grande adesão das pessoas que tiveram possibilidade de assistir a apontamentos e atividades culturais aproveitando a oportunidade para visitar os vários espaços do evento. Animação Tradicional e Popular Os visitantes também puderam usufruir de espaços dedicados a iniciativas da região como largadas de toiros, desfiles e provas de campinos, demonstrações de escolas de toureio, treino de forcados, entre outras. Neste âmbito, realce para a Nave C que contou com um programa próprio de animação, além de toda a envolvência que os grupos de música tradicional proporcionaram em diversas zonas aos visitantes da Feira. Imagem FNA 18 Uma das novidades da Feira Nacional de Agricultura foi a nova imagem e o impacto da decoração na entrada principal do evento com vários “olivais” distribuídos harmoniosamente e que surpreenderam os visitantes, com especial destaque para a oliveira milenar aqui colocada. Feira Nacional de Agricultura na Rede Com o intuito de promover a feira de uma forma mais direta a FNA 18 voltou a contar com a “APP Feira Nacional de Agricultura”, disponível para os sistemas IOS (Iphone e Ipad), Android, além do site www.feiranacionalagricultura.pt.O objetivo foi ter toda a informação inerente ao evento mais próxima do público desde informações úteis, o programa dia a dia, o mapa de localização de expositores ou as notícias do certame. Durante 9 dias a 55ª Feira Nacional de Agricultura / 65ª Feira do Ribatejo foi o centro das atenções da agricultura nacional, com uma presença alargada de expositores, representando quase todo o sector e apresentando simultaneamente características tradicionais e festivas, que fazem desta feira um acontecimento único no país.  
Shows and Fairs

Ovibeja 2019 vai debater contributos dos agricultores para reverter alterações climáticas

2018, Nov 14
Mitigação e reversão das alterações climáticas vão juntar especialistas nacionais e internacionais na Ovibeja Em 2019, a Ovibeja vai debater, como tema principal, os impactos das alterações climáticas, as suas consequências para a agricultura e o papel dos agricultores como guardiões da biodiversidade. Com a certeza de que “não há agricultura sem homens nem homens sem agricultura”, os homens da terra são o grupo profissional que está na linha da frente para a tomada de medidas que permitam continuar a produzir alimentos e a desenvolver e dinamizar o espaço rural de forma sustentável. Apresentação e análise de estudos, colóquios, seminários, sessões de esclarecimento, exposições, são alguns dos figurinos que vão reunir contributos de agricultores, estudantes, técnicos e especialistas nacionais e internacionais para o esclarecimento e tomada de medidas sobre esta matéria da ordem do dia. Os agricultores são peças chave na construção da paisagem, com contributos fundamentais para a mitigação e reversão dos impactos causados pelas alterações climáticas. Além da produção de alimentos de origem vegetal e animal, o agricultor é também responsável pela proteção do espaço rural, pela criação de condições que salvaguardem o equilíbrio entre a atividade produtiva e a proteção do meio ambiente. A Direção da ACOS – Associação de Agricultores do Sul, entidade organizadora da Ovibeja, considera que o empenho e o esforço dos agricultores na manutenção e salvaguarda do meio ambiente tem de, necessariamente, ser tido em conta na nova Política Agrícola Comum. Para tal, a ACOS está a reunir contributos, com base em parcerias, sessões de esclarecimento e reuniões, de modo a trabalhar, reunir e veicular informação relevante sobre a matéria. A 36ª edição da Ovibeja, agendada para a semana de 24 a 28 de Abril de 2019, vai também contar com mais uma edição do Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja, a 9ª edição, com lugar cimeiro no ranking dos melhores concursos do mundo.